Mostrando postagens com marcador desabafo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador desabafo. Mostrar todas as postagens

22 de jan de 2013

I just want to live while I'm alive

| | 2 comentários

Aquele era o momento de mudar tudo? Será que essa minha mudança de atitude mascararia os problemas? Ou seria apenas uma escapatória temporária? Sinceramente? Eu não me importava mais. Eu não me importava mais com consequências, com ações mal pensadas.
Poderia soar tão clichê, mas eu sentia que deveria aproveitar minha vida, não só naquele momento, mas em outros que viriam a seguir. Era aquela estranha sensação de que o tempo está correndo contra você, suas pernas já estão cansadas e você não conseguiria alcançá-lo. Ali, parada, sentindo a brisa da praia sobre minha pele e encarando o olhar mais enigmático e bonito de todo o mundo, eu decidi que cada segundo seria uma vida. Sem desperdícios.


PS: Sim, eu amo Bon Jovi :)
PS 2: Mais que 4000 acessos no blog! Obrigado, gente. Isto me estimula a continuar :)

24 de dez de 2012

Sobre o natal, o fim de ano e 2012

| | 1 comentários

Bem, não posso negar que 2012 foi um ano que deixará grandes lembranças. Passei grande parte do ano estudando, eu confesso, privei-me de festas e passeios em prol do estudo. Sofri, devido a grandes separações, conheci pessoas novas, fiz amigos (daqueles que parecem que conhecia desde que nasci), amadureci, aprendi a lidar melhor com meus sentimentos, a blindar coisas negativas, a dizer "não" para as pessoas (mesmo para aquelas que eu mais amava, porém as que mais precisavam de um "não"). Tive grandes surpresas, como a realização de objetivos que não previa para curto prazo, motivei-me a fazer coisas que jamais pensava que faria, explorei cada centímetro de minhas concepções e razões, revi conceitos que pensei estarem corretos, fiz novos planos e aceitei que certas pessoas vieram para ficar em minha vida, embora não quisesse isto. Motivei-me a levar o blog mais a sério (sim, isto era uma meta para mim). Com toda a certeza do mundo, 2012 foi o fim de um grande ciclo para mim. Um ciclo de aprendizado, conhecimento e amadurecimento, que custei a aceitar, porém, que entendi ser necessário para que pudesse ser encerrado este ciclo. O ano de 2013 será o início de uma nova fase, com novos desafios, novos aprendizados e novas pessoas. Espero, deste novo ano, que traga tanto amadurecimento e conhecimento, quanto este ano que nos deixa. Amo a cada um que esteve presente nessa caminhada que foi 2012.Agradeço primeiramente a Deus por ter me proporcionado momentos lindos, a minha família, que aguentou minhas mudanças de humor constantes e meus xiliques, dando-me todo suporte e colo possível. Vocês são demais! Quero agradecer também meus queridos e grandes amigos. Vocês são fundamentais! E, por último, mas não menos importantes, quero agradecer aos meus seguidores aqui no blog. O blog é uma extensão virtual de mim e, cada comentário deixado aqui por vocês e cada acesso me causa a mesma sensação de felicidade que sinto quando recebo um elogio. Quero agradecer por vocês lerem tudo o que escrevo e por estarem ajudando o blog a crescer. Desejo a todos os meus seguidores, neste Natal, todo o amor e sorte do mundo! Sorriam, cantem e sejam felizes. Encham seus corações com paz, calor e alegria. Que cada momento da sua vida seja uma bênção e faça com que todas as suas tristezas desapareçam. Que 2013 seja um ano de muitas alegrias a todos vocês e suas famílias. Desejo-lhes uma temporada de férias cheia de diversão, amor e aventura e que tenham um ano novo maravilhoso! 
Eu amo vocês, do fundo do meu coração. Obrigado por fazerem parte da minha vida.


PS: O blog entrará em recesso a partir de hoje, já que a dona dele precisa aproveitar as festas na praia. Volto a postar na segunda semana de janeiro!

30 de nov de 2012

Minha atual situação

| | 0 comentários

Tive vontade de chorar, mas nada saiu. Era apenas uma espécie de doença triste, doença da tristeza, quando você não pode se sentir pior. Eu acho que você conhece isso. Acho que todo mundo conhece isso de vez em quando. Mas acho que eu tenho conhecido isso muito frequentemente; muitas vezes.
Charles Bukowski

PS: ainda estou viva.  

27 de out de 2012

Caminhos

| | 1 comentários


A vida as vezes nos prega peças. Para mim, ela está abrindo caminhos, muitas vezes me deixando indecisa sobre o qual eu devo tomar. Está criando situações de decisão, me deixando muito confusa.
Se quero saber se tomei o caminho certo? Se decidi pelo melhor? Vou deixar apenas que o futuro me responda.

PS: Amores, ENEM aí e reta final de estudos para o vestibular. Talvez eu abandone um pouquinho o blog, mas não é para sempre.

27 de ago de 2012

| | 0 comentários

‎"Era aquela garota que há pouco corria pros braços da mãe com o cotovelo esfolado e lágrimas nos olhos. Agora ela corria com o boletim nas mãos, sorrindo por uma nota seis qualquer, sentindo-se totalmente despreparada para a vida. Queria juntar vestibular, título de eleitor, trabalho, responsabilidade, tudo no mesmo bolo de porcarias e jogar na primeira lixeira que encontrasse. Não era tão simples como um arranhão, mas ainda era a mesma menina."

23 de mai de 2012

Suicídio

| | 0 comentários

Sabe, o arrependimento, a certeza de que não vai acontecer nunca mais, as vezes é um suicídio, um suicídio das coisas ruins.
Todos os dias nos suicidamos um pouco, quando tudo o que tínhamos fica para trás, mas uma nova vida começa todo dia também, mesmo que as vezes seja, e tenha que ser, novamente do zero.

5 de ago de 2011

Filosofei sobre alguns que não mereciam minha filosofia

| | 1 comentários

Já estou cansada de amigos entre dois grandes pares de aspas.

Georgina B.
MyFreeCopyright.com Registered & Protected